HomeGroupsTalkZeitgeist
This site uses cookies to deliver our services, improve performance, for analytics, and (if not signed in) for advertising. By using LibraryThing you acknowledge that you have read and understand our Terms of Service and Privacy Policy. Your use of the site and services is subject to these policies and terms.
Hide this

Results from Google Books

Click on a thumbnail to go to Google Books.

A História Secreta
Loading...

A História Secreta

MembersReviewsPopularityAverage ratingConversations
222,551,640 (4.5)None
Recently added byFilipaCorreia, nzagalo

None.

None
Loading...

Sign up for LibraryThing to find out whether you'll like this book.

No current Talk conversations about this book.

Showing 2 of 2
This book is just freaking awesome.
First of all the Greek atmosphere makes it incredibly poetic.
Second of all its addicting af and the writing is brilliant.
To finish off : greek mythology. The perfect recipe.
Read it its perfect! ( )
  FilipaCorreia | Jun 30, 2016 |
Uma delícia, é como defino “A História Secreta” de Tartt, pelo modo como escreve, pelo modo como encena, pelo modo caracteriza, pelo modo como nos mantém presos na sua rede, da primeira à última página.

Na análise da história, e tendo em conta que o cenário é contemporâneo, é necessário ter em atenção que o livro foi escrito em 1992, respiravam-se os tempos áureos da temática da juventude endinheirada num mundo de drogas, do qual o belíssimo “Less than Zero” (1985) de Ellis é o maior representante. Talvez não por acaso Tartt estudou e namorou com Ellis no Colégio Bennington, Vermont, dedicando-lhe este livro. Apesar disso considero que a maior influência que podemos encontrar por detrás deste enredo está em “Rope” (1948), por sinal o meu preferido filme de Alfred Hitchcock.

A história roda à volta do valor intelectual do ser, do belo e da morte, desenrolando-se ao longo de 700 páginas através dos olhos de um jovem de classe média, que nos relata em primeira pessoa o mundo novo que conheceu ao entrar num círculo universitário e restrito de amigos. Porque apesar do homicídio que se relata logo a abrir o prólogo, que nos poderia conduzir através de um registo policial, somos antes conduzidos através das cabeças que arquitectaram e executaram esse mesmo crime. Deste modo não é relevante descobrir quem fez, ou como fez, interessa apenas desvelar o porquê, e esse só pode ser conhecido, conhecendo-se em profundidade cada um dos intervenientes, acedendo às suas peculiaridades, ou seja as motivações, ódios e amores. Enquanto leitores somos assim convidados a fazer parte de forma íntima de um grupo selecto e reservado, criando a sensação de que o livro nos abre a porta para esse lugar, o qual nos estaria reservado no nosso mundo.

Tartt usa um registo eloquente, trabalhando constantemente o belo sem nunca se deixar resvalar para o facilitismo do uso do corpo humano ou do âmbito sexual, que caracteriza muitos outros autores. Por vezes questionei-me se o fazia de modo consciente, evitando entrar nessas áreas para preservar a elevação das encenações, ou se simplesmente o fazia por uma qualquer motivação pessoal. Para suportar essa elevação são muitas as citações de clássicos que podemos encontrar ao longo do livro, muitas vezes sem referenciação, por vezes na língua de origem e sem tradução (francês, alemão, grego, latim), contribuindo para o desenho de cenários mais sombrios por via do nosso desconhecimento.

Por fim, dizer que impressiona encontrar uma primeira obra com todo este alcance. É verdade que Tartt já tinha 29 anos quando lançou o livro, mas levou 8 anos a escrevê-lo, ou seja terá começado com 21, a idade com que Ellis lançou “Less than Zero”, também a sua primeira obra. ( )
  nzagalo | Jul 24, 2015 |
Showing 2 of 2
no reviews | add a review
You must log in to edit Common Knowledge data.
For more help see the Common Knowledge help page.
Series (with order)
Canonical title
Original title
Alternative titles
Original publication date
People/Characters
Important places
Important events
Related movies
Awards and honors
Epigraph
Dedication
First words
Quotations
Last words
Disambiguation notice
Publisher's editors
Blurbers
Publisher series
Original language

References to this work on external resources.

Wikipedia in English

None

Book description
Haiku summary

No descriptions found.

No library descriptions found.

Quick Links

Popular covers

None

Rating

Average: (4.5)
0.5
1
1.5
2
2.5
3
3.5
4 1
4.5
5 1

Is this you?

Become a LibraryThing Author.

 

About | Contact | Privacy/Terms | Help/FAQs | Blog | Store | APIs | TinyCat | Legacy Libraries | Early Reviewers | Common Knowledge | 125,548,834 books! | Top bar: Always visible