HomeGroupsTalkMoreZeitgeist
This site uses cookies to deliver our services, improve performance, for analytics, and (if not signed in) for advertising. By using LibraryThing you acknowledge that you have read and understand our Terms of Service and Privacy Policy. Your use of the site and services is subject to these policies and terms.
Hide this

Results from Google Books

Click on a thumbnail to go to Google Books.

Auto Da Barca Do Inferno -…
Loading...

Auto Da Barca Do Inferno - Coleção L&PM Pocket (Em… (original 1517; edition 2005)

by Gil Vicente (Author)

MembersReviewsPopularityAverage ratingConversations
1442143,821 (3.57)None
Member:Rtomiello
Title:Auto Da Barca Do Inferno - Coleção L&PM Pocket (Em Portuguese do Brasil)
Authors:Gil Vicente (Author)
Info:L&PM (2005), Edition: Artes e Cultura
Collections:Your library
Rating:
Tags:None

Work details

Auto da Barca do Inferno by Gil Vicente (1517)

None.

None
Loading...

Sign up for LibraryThing to find out whether you'll like this book.

No current Talk conversations about this book.

Showing 2 of 2
CX16
  Taddone | Nov 25, 2019 |
Com o apoio tanto da Igreja Católica como da visão teocêntrica do mundo, o teatro medieval foi praticamente um teatro litúrgico, juntando todos os ritos, o culto da religião católica e todas as celebrações. Tais formas dramáticas, porém, não tinham registros literários, pois eram encenações realizadas nas abadias e igrejas.
No período da Idade Média, sumira o teatro greco-romano. Todas as comédias e tragédias, que demonstraram desde o sublime ao grotesco, a compacta visão clássica do homem, e do mundo aos deuses, foram ignoradas. Todas as cenas que eram feitas em Portugal, bem antes de Gil Vicente, não apresentavam um texto escrito, ou seja, não apresentavam uma produção literária vinda de uma natureza dramática. Todas as representações cênicas existentes naquela época eram figurativas. Portanto podemos concluir que não havia texto dramático, que é, para a literatura, mais interessante .
O homem passou a ser mais valorizado com o início do humanismo renascentista. A literatura manteve características religiosas, mas nela já se podiam ver características que seriam desenvolvidas no Renascimento, como a retomada de ideais da cultura greco-romana. Na Itália, Dante Alighieri, Bocaccio e Petrarca. Em Portugal, o teatro do poeta Gil Vicente, autor de A Farsa de Inês Pereira. ( )
  jgcorrea | Jan 23, 2019 |
Showing 2 of 2
no reviews | add a review
You must log in to edit Common Knowledge data.
For more help see the Common Knowledge help page.
Canonical title
Original title
Alternative titles
Original publication date
People/Characters
Important places
Important events
Related movies
Awards and honors
Epigraph
Dedication
First words
Quotations
Last words
Disambiguation notice
Publisher's editors
Blurbers
Original language
Canonical DDC/MDS

References to this work on external resources.

Wikipedia in English

None

No library descriptions found.

Book description
Haiku summary

Quick Links

Popular covers

Rating

Average: (3.57)
0.5
1 2
1.5 1
2 2
2.5 1
3 8
3.5 2
4 14
4.5
5 7

Is this you?

Become a LibraryThing Author.

 

About | Contact | Privacy/Terms | Help/FAQs | Blog | Store | APIs | TinyCat | Legacy Libraries | Early Reviewers | Common Knowledge | 155,586,414 books! | Top bar: Always visible